O futuro da comunicação

Estudar sobre o futuro da comunicação é um excelente exercício para construção do planejamento estratégico. Tudo e todos evoluem continuamente e a única constante é a mudança, e o jeito com que nos comunicamos se transforma radicalmente a cada geração, tanto na linguagem ou no canal de comunicação.

A comunicação escrita e falada sempre acompanhou a humanidade e evoluiu no mesmo ritmo, poucas décadas atrás o padrão era o telégrafo e carta, hoje temos infinitas opções e formas de nos comunicarmos. A tecnologia frequentemente é a responsável pela forma como nos comunicamos, atualmente temos exemplos como o WhatsApp e videoconferência revolucionando a forma como as pessoas se comunicam.

A voz sem dúvida é a mais poderosa de todas, o calor da fala humana contém emoções e características impossíveis de serem replicadas ou sentidas na escrita (ou chat por exemplo), mas o chat acaba sendo mais conveniente quando buscamos a comunicação mais impessoal.

Os desafios para as empresas acompanharem toda esta evolução é imenso, o consumidor naturalmente segue as tendências de mercado e busca se conectar no formato que entende ser o mais conveniente, por exemplo, o público mais jovem prefere o WhatsApp (escrito) e o público mais velho prefere voz (telefone), e ambos são consumidores ativos que demandam atendimento com excelência.

No centro desta transformação tem a tecnologia, que a todo momento nos traz novas possibilidades. As empresas precisam se adaptar muito rápido para atender as demandas de cada geração, dependendo principalmente do setor e do perfil do seu cliente.

Se observarmos o passado até o momento presente podemos identificar inúmeras evoluções, pouco tempo atrás era dominado pelo telefone, depois veio a internet oferecendo cada vez mais opções, desde os formulários nos websites, chats, Skype, videoconferência, WhatsApp, influencers, redes sociais e muitas outras ferramentas inimagináveis 20 ou 30 anos atrás.

E não para por aqui, temos tecnologias como o 5G, assistentes de voz e robôs de atendimento vindo com muita velocidade e que sem dúvida transformarão as nossas vidas mais ainda, não podemos esquecer que tudo isso somados a inteligência artificial abrirão novas possibilidades, sendo esta a próxima revolução digital.

O consumidor naturalmente muda o seu comportamento de consumo quando interage com estas inovações, as empresas que percebem e compreendem isso mais rápido costumam ser líderes neste processo competitivo. Por exemplo, atender bem um cliente de forma padrão e integrada em diversos canais de comunicação parece ser óbvio, mas ainda é um imenso desafio para as corporações, que se encontram imersas nesta teia complexa entre pessoas, tecnologias e dados.

Como dizem alguns futurólogos, no futuro todas as empresas serão de tecnologia oferecendo algum produto ou serviço, a digitalização não é mais uma opção e sim questão de sobrevivência.

Uma questão crucial nisso tudo é a substituição de humanos por robôs de atendimento, fato que envolve muitas polêmicas, mas é um processo sem volta. Os chatbots são um exemplo claro, e os assistentes de voz já embarcados nos smartphones podem nos levar a novos patamares nesta revolução do atendimento pessoa-máquina.

Você já imaginou na possibilidade de você pedir para o seu assistente de voz agendar uma reserva no restaurante, ou até mesmo comprar e pedir para entregar na sua casa com apenas um simples comando de voz? Então, isso já é realidade, imagine como será em 10 ou 20 anos.

Acreditamos que muito em breve qualquer dispositivo poderá estar conectado à web graças ao 5G, outra forte tendência é a respeito das interfaces entre máquina e pessoas, que serão cada vez mais por voz, grande oportunidade para as startups que são protagonistas desta revolução.

Os desafios desta revolução são imensos, resolver questões como infraestrutura de dados de cada país e até inteligência artificial que aprende cada idioma são determinantes neste momento. Não podemos deixar de citar a falta de mão de obra qualificada como engenheiros de computação, tudo indica que será um dos principais gargalos daqui para frente.

Muitas empresas de tecnologia estão buscando soluções para os mais diversos problemas de mercado, a tecnologia está avançando rápido e os investidores já enxergaram a oportunidade, agora é uma questão de tempo para que o consumidor adote novos hábitos.

Tipos de Comunicação

Com a crescente demanda por conteúdo acessível e flexível, os podcasts surgiram como uma forma envolvente de comunicação na era contemporânea. Com características que permitem explorar tópicos de interesse de maneira conveniente, podcasts têm ganhado popularidade rapidamente. Oferecendo informações, entretenimento e insights, esses programas de áudio on-demand tornaram-se uma escolha preferencial para muitos que buscam aprender e se entreter durante suas atividades diárias. Através da conveniência e variedade que os podcasts proporcionam, eles têm firmado sua posição como uma das principais formas de comunicação da atualidade.

O futuro da comunicação promete ser fascinante e repleto de avanços tecnológicos que estão transformando a maneira como nos conectamos, interagimos e compartilhamos informações. Várias tendências e tecnologias estão moldando esse cenário:

  1. Comunicação Instantânea e Ubíqua: A crescente penetração de smartphones e dispositivos conectados à internet permitiu uma comunicação instantânea e constante. As pessoas estão acessando informações e interagindo em tempo real, independentemente da sua localização geográfica.
  2. Realidade Aumentada (RA) e Realidade Virtual (RV): A RA e a RV estão alterando a forma como interagimos com o mundo digital. Elas têm o potencial de tornar as comunicações mais envolventes e imersivas, permitindo que as pessoas compartilhem experiências virtuais quase como se estivessem fisicamente presentes.
  3. Inteligência Artificial (IA) na Comunicação: A IA está sendo integrada em sistemas de comunicação para melhorar a personalização e a eficiência. Chatbots, assistentes virtuais e algoritmos de recomendação estão se tornando mais sofisticados, permitindo uma interação mais natural e relevante com os usuários.
  4. Comunicação Multimídia Enriquecida: Mensagens e interações estão se tornando mais ricas em termos de mídia. Em vez de apenas texto, as pessoas podem compartilhar imagens, vídeos, GIFs e até mesmo experiências 3D, tornando as conversas mais expressivas.
  5. Redes 5G e Conectividade Avançada: O lançamento de redes 5G está aumentando significativamente a velocidade e a capacidade de transmissão de dados, permitindo uma comunicação mais rápida e confiável. Isso também impulsionará tecnologias como a Internet das Coisas (IoT) e a automação.
  6. Privacidade e Segurança: À medida que a comunicação se torna mais digitalizada e global, as preocupações com a privacidade e a segurança dos dados aumentam. Novas regulamentações e avanços em criptografia estão moldando como as empresas abordam essas questões.
  7. Colaboração Online: A colaboração em tempo real entre equipes distribuídas geograficamente está se tornando mais eficaz devido a ferramentas de comunicação e colaboração online, como videoconferências, plataformas de compartilhamento de documentos e espaços de trabalho virtuais.
  8. Redes Sociais e Influência Digital: As redes sociais continuarão a desempenhar um papel importante na comunicação, mas é provável que evoluam para se concentrar mais em interações significativas e autênticas, em vez de apenas métricas de engajamento.
  9. Comunicação Inclusiva: Tecnologias inovadoras estão emergindo para tornar a comunicação mais acessível para pessoas com deficiências. Isso inclui recursos de tradução automática, legendas em tempo real e interfaces adaptativas.
  10. Comunicação Empresarial e Transformação Digital: As empresas estão adotando estratégias de transformação digital para melhorar a comunicação interna e externa. Isso envolve a automação de processos, uso de dados para tomada de decisões e integração de plataformas.

Em resumo, o futuro da comunicação está se movendo em direção a uma maior interconectividade, personalização e riqueza de mídia, impulsionado por tecnologias como IA, 5G e realidade aumentada. No entanto, é importante abordar questões de privacidade, segurança e inclusão à medida que essas mudanças ocorrem para garantir que todos possam se beneficiar das inovações na comunicação.

Deixe um comentário